Cura de trauma de acidente de transito

Juliana, 38 anos, funcionária publica

A cliente me procurou numa segunda feira, no dia seguinte a um acidente de trânsito. Estava completamente abalada. Apesar de o resultado ter sido apenas o dano material e pequenas escoriações, ela insistia em dizer: “eu fui a culpada, alguém podia ter morrido, como foi que não olhei para o outro lado da rua? Nunca vou me perdoar por isso…”.

Logo que iniciamos ela começou a chorar copiosamente, soltando toda a emoção negativa que estava contendo. Quando se restabeleceu, mencionou que teve que ser muito forte para conseguir superar aquele evento e não tinha tido tempo de chorar. Continuando a sessão de EFT, recordou-se que não foi a única que não prestou a atenção devida naquele incidente – lembrou-se que o motorista do outro carro lhe disse a mesma coisa porque estava usando celular. Mas a emoção negativa era tão forte que ela não conseguia enxergar a verdade sobre o evento. Mais algumas rodadas e o foco, surpreendentemente, atingiu o namorado – que ela não conseguia largar para não se sentir culpada como já havia acontecido com um relacionamento anterior – mesmo com ele tratando-a ha algum tempo com desdém e humilhações, fazendo pouco caso inclusive neste acidente. Foi aí que ela se deu conta que a grande tensão emocional que ela estava sentindo era muito mais por ter sido novamente tratada com desprezo pelo namorado, do que pelo acidente propriamente dito.

Esta situação, bastante pontual, foi solucionada em apenas 1:30h. Ela saiu sorrindo, leve, e com a certeza de que poderia, a partir daquele dia, não só voltar a dirigir com segurança, mas buscar um relacionamento embasado no amor e partilha ao invés da culpa…

Rafael Zen
Siga-me!

Rafael Zen

Somos seres essencialmente espirituais, vivendo uma experiência material. E nessa extraordinária jornada, tudo vale a pena ser vivido!...
Rafael Zen
Siga-me!

Últimos posts por Rafael Zen (exibir todos)

Comente! Sua opinião é importante pra nós!