Raiva – uma pergunta para ir fundo

Uma pergunta para ir fundo

por Gary Craig

Olá Pessoal,

Ajudar as pessoas se torna mais difícil quando elas tendem a reprimir ou “não podem se conectar” com algum problema passado.

Tenho uma pergunta favorita que uso neste caso.
Veja na resposta que dei à carta que segue:

Abraços , Gary


CARTA: “Olá Gary, eu começo a enxergar o que você realmente quer dizer com a arte da EFT. Eu já comecei a utilizá-la com uma nova cliente. Seus problemas têm a ver com muita raiva diante de autoridades e também com relação a erros cometidos pelos colegas. Ela tem muitos abusos sofridos em seu passado, mas não se lembra de ter expressado raiva quando era criança. Ela tem certeza que ficava com raiva, mas não consgue se conectar a ela.

Esta mulher é muito indelicada, e espera que eu fique em pé esperando lá fora na recepção por ela até chegar a hora (mesmo quando ela estava adiantada em meia hora ontem).

Eu pude ver realmente como esta atitude não estava ajudando-a

É o meu primeiro caso em que estou usando somente EFT e ensinando também algumas habilidades de comunicação e de vida .

Mantenha os dedos cruzados.

Se você tiver alguma sugestão sobre onde procurar pela raiva dos outros, além de sua vida atual, eu ficaria grato.”

RESPOSTA: Na minha experiência, “para onde olhar” está no seu passado, onde ela estava “com raiva, mas que não consegue se conectar.”

Às vezes os problemas são tão dolorosos que queremos reprimi-los ou evitamos olhá-los.

Aqui está um modelo de pergunta que eu aprendi na minha formação de NLP para este fim.

Tenho tido grande sucesso com ela.
Aqui vai:

“Eu sei que você não pode se lembrar ________________, mas se você pudesse, qual seria?”

Esta pergunta precisa ser ajustada para se adaptar às circunstâncias, obviamente.

Para esta cliente você poderia dizer:

“Eu sei que você não pode entrar em contato com sua raiva quando seu pai bateu em você na cozinha, mas se pudesse, como seria?”

Uma pequena sondagem neste sentido poderia muito bem trazer alguma raiva para a superfície e, no caso afirmativo, começaria IMEDIATAMENTE a aplicar EFT para ela.

Como terapeuta, é claro, você deve assumir a responsabilidade pelo uso desta ferramenta linguística.

Além disso, note que é possível utilizar EFT para sua raiva sem fazer a sondagem.

Simplesmente trate-a de modo mais geral.

Ela poderia fazer EFT várias vezes por dia dizendo “Embora eu tenha esta raiva…..” e, apesar de levar mais tempo, provavelmente trará bom progresso.

As árvores serão cortadas sutilmente ao longo do tempo.

No entanto, clientes nem sempre fazem isso.

É por isso que você pode querer desenterrar o problema ali mesmo no consultório.

Gary Gary

fonte: www.emofree.com
tradução livre: Mizuji Kajii

 

Rafael Zen
Siga-me!

Rafael Zen

Somos seres essencialmente espirituais, vivendo uma experiência material. E nessa extraordinária jornada, tudo vale a pena ser vivido!...
Rafael Zen
Siga-me!

Últimos posts por Rafael Zen (exibir todos)

Comente! Sua opinião é importante pra nós!