O que é e como desenvolver a INTUIÇÃO

Todos aprendemos sobre nossos cinco sentidos desde cedo: tato, audição, visão, olfato e paladar. E como poderia ser diferente? Nós fazemos o uso deles constantemente, todos os dias. Justamente por isso, ninguém duvida que eles existem.

Nossas memórias, lembranças, rótulos, julgamentos e projeções futuras se desenvolvem com base neste conteúdo, porque ele é o formador daquilo que chamamos “mente racional ou condicionada”. Condicionada por quem? Pelos mesmos sentidos que mencionamos.

Esta mente, embora seja dominante na (in)consciência humana, é bastante limitada porque opera dentro do estrito campo da dualidade: bom e mal, prazer e dor, sim e não. É como um computador: ótimo pra fazer contas, mas péssimo pra conhecer a realidade.

Mas além destes níveis limitados e condicionados, existe luz no fim do túnel: podemos chama-lo super-mente ou supra-consciência. É nossa capacidade inata de nos conectar com a vida (da qual todas as criaturas fazem parte) e obtermos respostas baseado neste conhecimento direto, um sentir tão profundo e verdadeiro que não deixa margem para dúvidas: esta é nossa INTUIÇÃO.

Todos os seres humanos são intuitivos porque, como mencionei, todos somos parte e estamos conectados com a criação – a mente egóica é que não compreende este fato. No entanto, nem todos conseguem acessar esta faculdade. Isso ocorre por um motivo simples: estamos muito densificados, muito endurecidos por nossos hábitos (alimentares, emocionais e mentais). E músculo que não se usa, atrofia!

Mas nem tudo está perdido! Você já ouviu falar de “fisioterapia intuicional”? rs… Sim, é possível exercitá-la e desenvolvê-la.

Abaixo o vídeo “Ciência da Mágoa”

 

Rafael Zen
Siga-me!

Rafael Zen

Somos seres essencialmente espirituais, vivendo uma experiência material. E nessa extraordinária jornada, tudo vale a pena ser vivido!...
Rafael Zen
Siga-me!

Últimos posts por Rafael Zen (exibir todos)

Comente! Sua opinião é importante pra nós!