Dinheiro, prosperidade e felicidade

A necessidade e ter (mais) dinheiro

Relembrando a todos: este é o quarto texto de uma série a respeito de sucesso, dinheiro e perdão. Ficará mais fácil compreender a abordagem do tema se você ler os anteriores.

Além disso, já não é a primeira vez que escrevo sobre o binômio dinheiro x felicidade. Este é um tema recorrente em função dos berrantes equívocos e falsos valores em que vivemos; portanto, será bastante produtivo pra você ler a postagem “De quanto dinheiro você precisa para ser feliz” que publiquei no ano passado. Assim não preciso repetir informações, e ainda encontro espaço para explorar, ampliar e corrigir mais alguns erros de percepção.

Pra começar, vamos recordar o equívoco básico da inconsciência humana: buscar fora aquilo que só pode ser criado, originado e mantido dentro.

Dinheiro x felicidade

Quando buscamos dinheiro, um bom relacionamento ou um excelente emprego (eventos externos), na verdade estamos buscando encontrar a felicidade (que é interna e inerente a consciência de todos os seres). Nosso grande erro é não procurar a felicidade em primeiro lugar, e ainda procura-la no lugar errado. Se tivéssemos uma atitude correta, tudo o mais viria naturalmente.

O dinheiro pode comprar prazeres: uma viagem, um bom restaurante, uma casa vistosa ou um carro do ano, talvez até estudo ou uma posição social. Em alguns casos, compra até um casamento! Ninguém nega que ele pode facilitar algumas coisas, mas também tem o poder de trazer complicações na mesma proporção e medida (Princípio da Polaridade) quando é buscado sem ética, sem consciência ou como sedativo para nossa eterna insatisfação.

Dinheiro é energia, mas o tipo de energia que você empenha na sua conquista é determinante para a colheita e os possíveis benefícios que você obterá; ele sempre retornará na forma das tão almejadas células mais consequências.

Dinheiro x prosperidade

Ganhos materiais nada tem a ver com Prosperidade. Não são raros os casos de pessoas consideradas ricas, isto é, que podem virtualmente consumir tudo que o dinheiro pode comprar e são extremamente infelizes, sentindo-se um zero à esquerda da vida. Outro dia li uma coluna numa revista, assinada por um musico de renome nacional, que afirmava: “o ser humano não nasceu pra ser feliz”. É claro que ele se referia a sua própria realidade, mas garanto que o seu problema não era dinheiro.

O que determina o grau de prosperidade de alguém é a sua felicidade permanente e crescente; note bem, não apenas permanente, mas crescente. Não existem felicidades instáveis ou passageiras, geralmente usamos este termo para definir prazeres transitórios; e a necessidade destes são sintomas inconfundíveis de falsa Prosperidade.

Existe uma atitude muito simples para cultivar a prosperidade verdadeira: a cada dia, ao levantar, devemos pensar – “Nossa, como é bom estar aqui e poder realizar algo em prol da vida”. É como se olhássemos para a vida e soubéssemos que, se deixamos de existir, estamos fazendo falta para alguém. Não de forma egoísta, como cuidar de um filho que é sua cria e responsabilidade pensando: “Eu não posso morrer porque meu filho sentirá muito a minha falta”; não é isso. O que eu quero dizer é o seguinte: é aquela pessoa que faz algo em prol da vida, algo positivo pela sociedade e pelo mundo em que vivemos, independentemente de ser um ente querido, familiar, mas sim no contexto geral.

É um empresário que direciona o seu trabalho, não para ganhar dinheiro, mas para gerar empregos e salários justos. Empregos que irão gerar renda. Renda que possibilitará a existência de famílias, de pessoas que poderão se alimentar, que poderão morar, estudar e terão meios para evoluir em virtude daquela pessoa ter sido um instrumento útil…

É cobrar valores justos perante a realidade em que vivemos, porque de que adianta enriquecer as custas do suor daqueles que não podem pagar tanto? Estamos agindo de forma egoísta da mesma maneira, o intuito aí não é contribuir mas enriquecer com base em nossa própria autoconsideração…

É pegar um ônibus ou mesmo caminhar, porque nosso sofrido planeta já não aguenta mais a poluição e os maus tratos a que nosso modo louco de viver o estão submetendo…

É diminuir o consumo desenfreado, porque a sociedade baseada no consumo do petróleo é a principal responsável pelo desequilíbrio ambiental. Para se ter uma idéia, a fabricação de um automóvel consome aproximadamente 3 barris de “ouro negro” – a fonte das guerras modernas do século 21…

É cuidar cada vez mais dos nossos pensamentos e emoções, porque também somos responsáveis pelo lixo emocional que nossa humanidade despeja no ambiente diariamente…

É selecionar o que comemos, porque a saúde dos alimentos está na simplicidade da natureza e não em pratos exóticos ou sofisticados;

É muitas vezes comprar do produtor local que reinvestirá na economia do bairro ao invés do produto equivalente de uma multinacional que vai enviar o lucro para os acionistas estrangeiros, tendo em conta que valor não é necessariamente sinônimo de qualidade…

Mesmo que seja dona de um comércio pequeno, essa é uma pessoa Próspera porque tem uma riqueza interior; diferente do dono de uma multinacional que gera milhares de empregos mas que não tem a intenção de gerar benefícios aos outros e usa seu poder apenas para enriquecer.

Então, a postura ideal de Prosperidade não pode ser direcionada para parâmetros de: o que vou ganhar com isso? A postura ideal de Prosperidade refere-se a: o que a vida, o que todos vão ganhar?

A partir do momento em que a pessoa começa a aplicar os recursos adquiridos, através do estudo ou de uma profissão em benefício da vida de todos, com o intuito apenas de contentar-se em saber que está contribuindo, ela se transforma num canal gerador do bem-estar coletivo. E neste estado, quanto mais ela produz, mais ela recebe e mais irá se auto beneficiar disso.

Prosperidade x trabalho

Para ter real prosperidade, é necessário desempenhar sua atividade profissional com o máximo de eficiência possível. E aqui vem o pequeno grande segredo: não importa “o que” você faz, mas “como” você faz. Em outras palavras, faça do seu trabalho um meio de expressão de sua consciência e da sua Divindade Interior. De que maneira? Faça com amor, faça sempre o seu melhor. Pode não ficar perfeito num primeiro momento porque somos seres imperfeitos, mas nossa dedicação é o combustível que vai nos impelir a nos aprimorar a cada dia.
Não adianta acreditar que “ninguém está vendo, ninguém vai me cobrar”. Existem princípios universais responsáveis por equilibrar a vida. Quem planta ventos colhe tempestades, mas ao plantar o bem colheremos flores inevitavelmente.

E não se preocupe com os frutos da sua ação – simplesmente preste atenção à ação em si. O fruto virá de sua livre vontade. Isto é um exercício espiritual extraordinário. No Bhagavad Gita, um dos mais antigos e mais belos ensinamentos espirituais que existem, o desapego ao fruto da sua ação chama-se Karma Yoga. É descrito como o caminho da “ação consagrada”.

Prosperidade x paz interior

A verdadeira prosperidade é o resultado da Paz Interior. Paz, felicidade, prosperidade, liberdade emocional… tudo isso são sinônimos, e algo que precisa ser conquistado para ser desfrutado. Não vai cair do céu, você precisa fazer a sua parte.

A paz é o caminho, não o destino; a prosperidade também!

Você gostaria de enriquecer pra ajudar a família? Não espere porque isto pode nunca acontecer. E aí, você vai permanecer triste e deprimido a vida toda porque não tem dinheiro pra ajudar quem precisa? Esta é outra das inúmeras armadilhas da mente, pra continuar prendendo você no tempo psicológico, na inconsciência e no sofrimento. Não projete um futuro, não viva em esperanças de “quando isso acontecer”, mas pergunte-se: agora, neste preciso momento, como eu posso ser um canal de bem-aventurança? Todos temos algo pra dar: um sorriso, um carinho, uma palavra amiga não custam nada!

Não se iluda acreditando que “um dia farei isso”, porque hoje é um reflexo de toda nossa vida. Quem não faz hoje, não fará nunca…

Nem todos que estão lendo este texto irão enriquecer financeiramente, e alguns talvez nem compreendam tudo que eu disse. Cada um tem seu próprio nível de consciência, de compreensão e diferentes destinos; mas dar de si mesmo, nas pequenas coisas e detalhes do dia-a-dia, é o primeiro passo em nossa longa caminhada…

 Vamos a EFT

  • Embora existam dias em que eu preferia ficar na cama porque não faço diferença nenhuma, eu me amo e aceito esta imperfeição em meus pensamentos;
  • Mesmo que eu ache que nada do que eu faça faz a diferença na vida das pessoas, eu escolho mudar esta percepção e valorizar cada vez mais minha estada neste mundo;
  • Mesmo que eu acredite que preciso enriquecer rapidamente pra solucionar meus problemas, eu escolho aceirar minha realidade como ela é e me sentir em paz comigo mesmo

Eu não quero sair da cama / me sinto um inútil em minha vida / existe algum proposito em viver assim? / eu só queria enriquecer pra esquecer meus problemas / acho que meu problema é apenas a falta de dinheiro / talvez mais dinheiro possa comprar meu passaporte para o céu / já estou morrendo por antecipação / não aguento mais este sofrimento

Como seria se eu me sentisse em paz? / como posso ser útil hoje? / ainda penso que o dinheiro é a solução / e ele realmente pode me ajudar / mas a verdadeira prosperidade cultivo diariamente / eu permito que a verdadeira prosperidade flua por mim / eu posso fazer a diferença na vida das pessoas / posso começar ajudando quem precisa agora

Escolho ter uma disposição sempre crescente / eu posso contribuir com a vida / ninguém pode me impedir de realizar o meu melhor / pouco me importa o que os outros pensam / eu escolho ter pensamentos mais prósperos / escolho me sentir bem em tudo que eu faço / quero fazer deste um ano decisivo em minha vida / eu escolho me sentir bem, não importa o que aconteça

 

Rafael Zen
Siga-me!

Rafael Zen

Somos seres essencialmente espirituais, vivendo uma experiência material. E nessa extraordinária jornada, tudo vale a pena ser vivido!...
Rafael Zen
Siga-me!

Últimos posts por Rafael Zen (exibir todos)

2 thoughts on “Dinheiro, prosperidade e felicidade

Comente! Sua opinião é importante pra nós!