Do internamento a liberdade

Sou professora, e por 3 anos suportei uma diretora me assediando moralmente: exposição, humilhação, perseguição… enfim TUDO o que de inimaginável podia, aquela mulher fez!

Ela ficava furiosa, a perseguição aumentava até me prejudicar em minha avaliação. Eu estava em um estado de nervosismo tão grande que ao acordar meus braços tremiam, faltava ar, coração acelerava e os choros eram  intermináveis.

Já estava gastando fortunas em psicólogos e os remédios não estavam dando conta. Me entreguei: fiquei internada em hospital psiquiátrico e clínica psiquiátrica por quase 6 meses!!!! Isso, quase 6 meses!!!

Nunca esquecerei daquele portão gigantesco batendo: “- BUUUUUUMMMM” e eu entrei naquele lugar. Não sabia nada o que fazer, o que pensar… nada! Como não lembro muito, acredito que só dormia… Até hoje não lembro de uma frase em que meus irmãos e mãe disseram. Apenas lembro da fisionomia… Até hoje também não lembro de todas as atividades terapêuticas que tinham pois eu dormia ou ficava escondida.  Não tive crises, mas tentei suicídio: peguei pequenas pedras pontudas e rasguei meus braços, mesmo com câmeras e monitores. Não sentia dor, não sentia remorso, não sentia nada… E hoje olho para as cicatrizes… como memórias eternas…

Não sei quanto tempo exatamente fiquei lá… mas saí e fui encaminhada para clínica psiquiátrica. Como era próximo da casa do meu irmão, fiquei hospedada lá, enquanto durante o dia frequentava a clínica. Ele foi um anjo sem asas em minha vida com tamanha paciência, dedicação e empenho com muito amor, muito mesmo!

Nas férias fui, novamente, para a Chapada dos Veadeiros, em Goiás: um paraíso! Sou alucinada pelas cachoeiras e me surpreendi com a visita dessa vez!

A visita turística tornou-se uma visita terapêutica.

Como se não bastasse essa roda gigante de emoções, minha prima me apresentou a E.F.T. Confesso que fui cética, pensando: “Capaz que isso vai funcionar comigo!” E então a minha “guru” Valéria iniciou comigo pessoalmente lá na Chapada dos Veadeiros. Chorei por muitas caixas d’água, liberei tanta emoção, tanta energia dentro de mim que me sentia mais leve. Mas ao mesmo tempo com o ciclo de tapping o equilíbrio restaurava-se. Tive que retornar para Curitiba e continuamos as sessões, via Skype, voltadas para a pergunta “Porque ela (diretora que fez assédio moral) fez isso comigo? Como me sinto com ela? O que desejo para ela?” Confesso que foi difícil… muito difícil…Ter uma nota baixíssima para a intensidade das emoções em relação à ela diante do que ela comigo, confesso que a mudança doía dentro de mim.

Percebo que um dos grandes fatores diferenciais foram as palavras, as frases, as questões morais e as intuições que a Valéria jogava ao vento mas eu sempre pensava (algumas tenho anotadas até hoje!!!)… Sim eu estava passando por uma reforma íntima para me preparar ainda mais para o mundo aqui fora.

Minha experiência com o E.F.T. não foi a única resposta que buscava (e busco até hoje) diante do assédio moral e as consequências que sofri, mas com certeza, foi uma ferramenta que o Universo me apresentou naquele momento para me tranquilizar, me equilibrar, me sintonizar e me apaziguar. E isso realmente aconteceu depois de muitas lágrimas, reflexões, buscas, autoconhecimento e acima de tudo: fortalecimento.

Hoje minha vida prosperou em todas as áreas, graças à Deus! Assumo com prazer duas turmas de alfabetização (manhã e tarde) em outra escola, participo do grupo de estudos espíritas semanalmente, faço tratamento espiritual e sessões de parapsicologia quinzenalmente, continuo com o tratamento psiquiátrico (sem recaídas!).

Para finalizar quero deixar registrado meu imenso respeito que tenho pela Valéria… é tanto respeito que preciso me concentrar para falar mais baixo e mais calma… rsrs… ela é um ser iluminado que tem o poder (provavelmente ela não vai gostar dessa palavra, mas… é poderosa mesmo!!) junto ao E.F.T. (pratico até hoje!) de buscar o brilho, força, coragem e autoconhecimento das pessoas quando tudo parece sem solução. E na verdade essa libertação está lá, dentro de nós!!!

Agradeço a Deus por toda essa história, situações, pessoas, espiritismo e sentimentos porque hoje eu sou melhor e capaz porque me permito!!!

Eterna gratidão!!!

Luciana G.

Valeria Zen

Sou fascinada pelo maior de todos os mistérios: o ser humano! Especialista em Desenvolvimento Humano e apoio emocional a gestante.

Últimos posts por Valeria Zen (exibir todos)

Comente! Sua opinião é importante pra nós!