A sabedoria da não resistencia

Princípios universais

Na legião romana, os soldados indisciplinados eram punidos passando longas horas com o braço estirado segurando uma… pena! Esse é um dos motivos pelo qual usamos esta mesma palavra pra designar nosso sentimento quando vemos alguém sofrendo. O legionário passava o dia resistindo a força da gravidade incidindo sobre um objeto tão ínfimo, mas é desnecessário mencionar que tipo de danos esta “penalidade” ocasionava…

Naquele tempo, centenas de anos antes de Isaac Newton e sua revolucionária descoberta, os resultados físicos, matemáticos e doloridos eram absolutamente os mesmo de hoje.

Dizem que Newton estava sentado embaixo de uma macieira quando foi atingido por um fruto e… eureca! – “descobriu” a Lei da Gravidade. Mas será que antes disso as maçãs tinham outro destino que não o chão imediatamente abaixo de si? Claro que não! As coisas sempre aconteceram assim, mas é através do conhecimento das Leis e Princípios Cósmicos que temos o poder de agir sobre eles e provocar mudanças.

Algo que faz parte do antigo conhecimento Budista que guia o caminhante para o fim do sofrimento chama-se a aceitação, a não-resistência. Este postulado é bastante conhecido em escolas de judô – lembrando que esta arte-marcial tem origem em templos do oriente em que os monges eram proibidos de usar armas pra se defenderem. Só que muito mais do que apenas um embate corpo-a-corpo, o que a verdadeira disciplina interna do judô ensina é o cerne da pacificação de nossos corações: para vencer um adversário é necessário não resistir, entregar-se, render-se completamente a força que nos subjuga e usa-la a nosso favor.

O ensinamento Cristão transmite a mesma mensagem quando diz “não resistais ao mal”; falta apenas a devida atenção e entendimento.

Seja como for, isto é exatamente o oposto do que estamos acostumados a fazer: levantamos enormes muralhas emocionais para nos protegermos das circunstâncias que o mundo externo nos apresenta. Quer encontrar pontos de resistência em sua vida? É muito simples: onde houverem arestas não aparadas, conflitos de qualquer espécie, existe resistência. Onde houver qualquer tipo de sofrimento, encontraremos não-aceitação.

Existem resistências de pequena escala, como a irritação causada por um atraso em um compromisso, a impaciência ocasionada pelo transito lento, uma palavra ríspida dirigida a um colega. Qualquer pequeno desconforto corporal é sinal de negação daquilo que acontece exatamente agora, algo que em nosso entendimento “não deveria estar acontecendo

Existem resistências de longa data, como o ressentimento por termos um filho que julgamos rebelde, a saudade por uma morte não superada, a tristeza por um emprego perdido, o sentimento de fracasso por uma oportunidade mal aproveitada… Mágoa, culpa, depressão e falta de perdão são sinônimos inconfundíveis de resistência, de negação da realidade ocorrida no passado mas ainda presente em nosso sistema corpo-mente.

Resistir significa não aceitar a realidade como ela é, negar aquilo que se apresenta ou já passou, seja qual for o motivo.

Vamos a um exemplo prático: a física conhece bem as forças de ação e reação (karma, em sânscrito). Se você socar uma parede (ação), ela lhe devolverá exatamente a mesma força no sentido oposto (reação). É claro que como sua mão é mais frágil ela será a mais prejudicada.

Ao invés disso, procure um amigo que tenha mais ou menos a sua estatura e força, segure-o de frente e empurre-o. Como ele faz pra ficar de pé e em equilíbrio? Ele reage devolvendo a mesma energia (cinética) na mesma intensidade que está recebendo, mas em sentido oposto.

Existem pessoas que passam boa parte de sua vida se lamentando pelo perdido, dedicam toda a sua energia socando uma parece imaginária, sem compreender porque a doença, o cansaço e a velhice batem tão rapidamente a sua porta. Terá sido apenas azar??

Lutar contra as Leis da Vida é tolice

O ensinamento Hermético (que vem de Hermes Trismegistro, considerado o mais sábio dos Mestres egípcios) e que somente agora torna-se público no ocidente explica a inter-relação entre mundos internos e mundos externos. “Tal como é fora, é dentro; tal como é acima é abaixo.”

E como fazemos para derrubar nosso oponente no exercício acima? É fácil: basta sair da frente e permitir a sua passagem, as coisas irão ajustar-se naturalmente.

Como derrubamos as barreiras imaginárias em nossa vida? Apenas ceda passagem a elas, permita que elas sejam do jeito que se apresentam.

A medida em que o homem afastou-se da natureza, insistindo na idéia de que é um ser superior ou separado, ao invés de UNO com o TODO, passou a colher frutos amargos em sua jornada pela terra. O homem está contido no Universo, e o Universo está dentro do homem. O que ocorre fora é secundário, o interior é verdadeiramente importante; o exterior vai apenas refletir seu estado. Alguns exemplos financeiros de como isso acontece:

Há incontáveis casos de ganhadores de loterias que, em questão de poucos meses, tornaram-se tão ou mais pobres do que eram antes. Sem o devido conhecimento, o dinheiro simplesmente escoou entre seus dedos.

O mesmo ocorre com grandes empreendimentos construídos por uma única pessoa, um patriarca, que em muitos casos ao deixar o comando dos negócios para os filhos, vê seu patrimônio se perder.

Isso indica que a pessoa era incapaz de gerenciar grandes quantidades de dinheiro e, em consequência, perde tudo e retorna para o seu nível. Temos em nossa vida apenas o reflexo que nosso interior permite.

Então vamos lá: você almeja mais saúde, prosperidade, bons relacionamentos? É claro, mas antes é preciso preparar-se pra isso. E o primeiro passo é: aceite com gratidão tudo que a vida lhe traz. Não importa o que aconteça, existem motivos superiores pra o que quer que seja que você está vivenciando; através dos revezes a vida está lhe conduzindo a um estado superior de consciência. Mas pra tirar o máximo da lição é preciso vivenciá-la com sabedoria…

Sorte ou Azar?

O cavalo de um fazendeiro foge para as montanhas. Seus vizinhos dizem: – “puxa, que azar”.

– “Pode ser”, diz o fazendeiro.

Em alguns dias, ele retorna trazendo algumas éguas selvagens – “que sorte” – dizem eles.

– “Pode ser”, diz novamente o fazendeiro.

No dia seguinte, seu filho tenta adestrar uma delas, cai e quebra a perna. Novamente – “que azar”. Na semana seguinte, a guerra estoura em sua região e todos os jovens são convocados para se alistarem. O jovem escapa em função da fratura…

O “pode ser” desse personagem sábio significa uma recusa em julgar tudo o que acontece. Em vez de avaliar e rotular eventos como bons ou maus, ele os aceita e, dessa maneira, entra em alinhamento consciente com a ordem superior. Esse homem sabe que quase sempre é impossível para a mente entender que lugar ou propósito um acontecimento que parece aleatório ocupa no trançado da totalidade. No entanto, não há eventos casuais, assim como nem as coisas nem os fatos existem por e para si mesmos de modo isolado. O cosmo não é caótico. A própria palavra “cosmo” significa “ordem” em grego. Mas isso não é algo que a mente humana possa chegar a entender, embora consiga ter um vislumbre dela.

Isso mostra novamente que “bom” e “mal” são apenas pontos de vista.

Aceitação não é sinônimo imobilidade externa!

Aceitação, não resistência, são uma forma de resignação espiritual, íntima, em que conscientemente nos alinhamos com aquilo que está acontecendo. Pra saber se este equilíbrio é verdadeiro neste preciso momento – e não apenas uma palavra bonita repetida por sua mente – observe atentamente seu estado interior: paz e tranquilidade são indícios inequívocos de que você está no caminho certo.

Mas o importante é entender que aceitar não significa permanecer onde se está, nem sentar e esperar. Se temos uma goteira em nossa cama, temos todo o direito de sairmos debaixo dela, mas a maneira como você faz é o determinante: sorria pra vida com total controle de suas emoções.

Seu trabalho não é mais compatível com você? Ótimo, isso é sinal de mudança interna, portanto tem todo o direito de mudar. Mas seja grato por tudo que ele possibilitou.

Um relacionamento conflituoso não agrada mais? Então encerre a relação, mas com o coração tranquilo.

E se mudança não for possível?

Infelizmente, é sinal de que seu aprendizado ainda não terminou. Algumas vezes, como nas doenças, nos tornamos reféns da situação, mas ainda assim temos a oportunidade de blindar nossa alma com a coragem e a determinação que apenas estas circunstâncias possibilitam. Estas virtudes, eu garanto, nem ladrão rouba nem a ferrugem corroi…

Além disso, muitos dos grandes resgates emocionais advém destes momentos, quando nos defrontarmos com serenidade diante do inevitável é o único caminho.

E fica novamente a pergunta: resistir abranda sua dor? Porque não sacrificá-la por algo superior??

Inicie esta mudança agora!

Uma pessoa é o que é seu dia. Se você não é feliz hoje, não será nunca. Se você não é grato por todas as suas experiências agora, você não será no futuro, porque o futuro nos trará apenas mais repetições do que estamos vivendo no momento presente. Quanto mais resistir ao que lhe acontece, mais energia dará para que estas duras lições se repitam e continuem espelhando quem você é por dentro.

Talvez um dia sua insistência traga a riqueza almejada, e então você terá a oportunidade de constatar que transportou para o futuro os mesmos conflitos de hoje, apenas adornados com luxo e ostentação, porque não mudou fundamentalmente quem você é…

Não podemos deixar de mencionar que EFT é uma excelente ferramenta de autodescobrimento e limpeza emocional.

Lembre-se que as frases de preparação costumam partir do princípio de que “…me amo e me aceito profunda e completamente”, mas você pode substituir para “embora eu tenha vivenciado ______isso____ e negado esta experiência, eu aceito este episódio com amor e gratidão”.

Ou ainda, inicie pela EFT da Gratidão. É uma maneira excelente de começar o dia com uma nova vibração:

Embora eu me sinta um pouco “prá baixo” agora, eu escolho focalizar nas emoções positivas…

Embora eu não me sinta muito positivo agora, eu aceito quem eu sou e como me sinto…

Embora eu esteja projetando-me em auto piedade agora, eu me aceito completamente e como me sinto.

Eu sempre tenho medo do que pode acontecer / E se alguma coisa ruim acontecer comigo? / Eu sinto o medo na minha vibração todos os dias / Eu posso sentir o medo, não importa o que eu faça / Eu não me sinto seguro, a não ser que esteja preocupado / Tenho medo de liberar o meu medo / Eu não sei como sentir-me diferente / E se não conseguir liberar o meu medo?

Depois de liberar a sensação de medo crônico da sua mente e do seu corpo, dirija-se para pensamentos mais positivos e de apreciação com as frases:

Eu amo sentir gratidão / Eu escolho sentir-me bem, não importa o que aconteça / Eu estou grato por estar vivo / Eu amo quem eu sou e como me sinto / Estou agradecido por minha vida / Eu aprecio tanta coisa na minha vida / Estou agradecido pela claridade na minha vida / Eu amo sentir-me tão contente

Eu amo sentir-me bem / Eu aprecio sentir-me tão bem / Eu aprecio quem eu sou / Eu amo quem eu estou me tornando / Estou grato por todas minhas emoções / Eu aprecio a orientação que estou tendo / Estou grato por quem eu sou / Eu amo sentir tanto contentamento.

 

 

 

Siga-me!

Rafael Zen

Eu sou fascinado pelos mistérios e conexões entre o corpo, a mente e a consciência. E o que poderia existir de mais transformador do que o conhecimento de si mesmo?
Siga-me!

Últimos posts por Rafael Zen (exibir todos)

5 thoughts on “A sabedoria da não resistencia

  1. Gratíssima a você querida Alma que compilou e condensou estas profundas, lindas e eternas palavras que aqui foram escritas. A minha Linda Alma se compraz com a Sua. Muita Luz e Amor na sua jornada!
    Criseida Carvalho.

  2. Ao ler essas importantes reflexões pude relembrar e constatar que as soluções para se viver bem e melhor são absolutamente simples, nós é que temos a mania de complicar tudo que nos acontece… Obrigada por me fazer refletir!!!

Comente! Sua opinião é importante pra nós!